As empresas ganhando mais força no mercado


Compartilhe:
26 de junho de 2018

A consolidação de grandes empresas é um assunto que ganha destaque nos noticiários e informativos de cada setor. Acompanhando a recuperação econômica, em 2018, o varejo entra na lista dos setores em que as fusões e aquisições se tornarão mais frequentes.

Entender as razões, consequências e o impacto das consolidações no varejo é crucial para quem quer sobreviver nesse mercado e garantir o sucesso de seu negócio. Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe a leitura!

A sobrevivência no mercado

Um ano como 2017 mostrou uma situação em que empresas, de diferentes setores, recorreram a ações de consolidação visando vender parte de seus ativos e quitar ou reduzir suas dívidas. Esse cenário esteve relacionado, sobretudo aos escândalos envolvendo grandes grupos ligados à casos de corrupção.

O interessante, porém, é entender esse poder que as consolidações têm para dar uma nova chance de sobrevivência para empresas e, principalmente, para garantir que elas tenham condições de prosperar em um mercado que se torna mais competitivo a cada dia.

É com essa ideia em mente que, para este ano, as consolidações são apresentadas como tendência, seguindo a recuperação da economia. Ou seja, como estratégia de negócios para quem está buscando fortalecer-se e conquistar o seu mercado.

Porque as consolidações se tornam mais frequentes no varejo

O aumento do ritmo de crescimento do varejo apresenta um cenário positivo, mas que torna cada vez mais difícil a entrada no grupo de varejistas que se destaca a nível nacional e global.

Por isso, no Brasil e no mundo, as consolidações no varejo devem se tornar mais frequentes para que as empresas se fortaleçam e sigam competindo em meio aos grandes.

Os impactos no varejo

Não há dúvidas de que o processo de consolidação impacta o varejo. A ideia inicial é de que apenas as empresas envolvidas são beneficiadas, mas a mudança pode sim contribuir para impulsionar todo o setor ao redefinir padrões e apontar novas necessidades. Veja:

Aumento da competitividade

Um mercado já competitivo tende a se tornar ainda mais exigente perante a fusão de grandes empresas. Para sobreviver no mesmo mercado, os demais varejistas precisam entender como enfrentar um gigante que tem um poder de negociação muito superior.

Ao mesmo tempo, esse cenário pode fazer com que seja mais fácil para os demais encontrar lacunas (identificar quais tipos de produtos faltam a esses gigantes do varejo) e aproveitar-se delas para conquistar seu espaço no mercado, suprindo uma necessidade do consumidor que não é atendida pelos gigantes.

Fortalecimento da consolidação setorial

As consolidações tendem a ser mais comuns em um mesmo setor e esse é um movimento considerado irreversível. Isso significa que grandes se unem para dominar uma determinada parcela do mercado, compelindo outras empresas a diversificar sua atuação ou buscar outros setores e, também, abrindo as já mencionadas brechas que podem favorecer as demais empresas.

Popularização do omnichannel

O omnichannel é uma tendência cada vez mais forte no varejo, caracterizada pela integração de diferentes canais de venda (lojas físicas, e-commerces por sites e apps) com foco no consumidor.

A consolidação de grandes empresas aumenta o seu poder de acesso e utilização das novas tecnologias como Vitrines Digitais, Reconhecimento Facial, Realidade Aumentada, dentre outras, favorecendo seu potencial para aderir ao omnichannel e oferecer uma experiência cada vez mais atraente para o consumidor atual.

Como consequência, os movimentos de consolidação tendem a impulsionar essa mudança, tornando-a uma necessidade cada vez maior para o sucesso dos varejistas.

Quer dicas para ajudar o seu negócio a vencer em um mercado que se torna mais competitivo a cada dia? Descubra como atrair mais clientes para a sua loja!

voltar

Temos a solução ideal para o seu negócio

Quer saber como podemos ajudar na comunicação de sua empresa em TV Corporativa, Banner Digital ou Eventos

Entre em contato